Creatina: saiba tudo sobre esse suplemento

0

A creatina nada mais é do que um aminoácido produzido no corpo humano pelo pâncreas e pelo fígado, obtida através da alimentação de carne e produtos animais. São os aminoácidos, como a creatina, que formam a proteína no organismo. Na verdade, a creatina é formada por três aminoácidos distintos: Arginina, Glicina e Metionina.

A creatina é uma substância incolor usada pelo tecido muscular para a produção de fosfocreatina, que contribui na formação de adenosina trifosfato (ATP), importante fonte de energia para a contração muscular, por exemplo.

No corpo humano, quando a creatina é consumida, ela se transforma nesta molécula chamada fosfocreatina, que auxilia no armazenamento de energia rápida. É o sistema nervoso e os músculos voluntários os elementos corporais que mais se beneficiam da fosfocreatina, já que dependem da uma grande quantidade de energia.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Para que serve a Creatina? Quais são seus efeitos?

Os atletas de alto rendimento utilizam com frequência a suplementação de creatina nas atividades que exigem explosão rápida de energia, como a corrida de curta distância, por exemplo. Outra função dos suplementos de creatina é a recuperação do organismo após estas explosões de força.

No caso das pessoas que buscam um corpo perfeito, com a intenção de adquirirem massa magra com mais facilidade, ou para aqueles que competem na modalidade de fisiculturismo, a creatina ajuda no aumento da massa muscular em vez da resistência muscular.

Atualmente, a ciência busca descobrir melhor os efeitos da creatina nas doenças neurológicas e musculares, já que muitos pacientes de doenças que causam degeneração muscular têm ganhado mais forma com o uso deste suplemento.

É possível dizer o que é creatina explicando seus três benefícios principais:

  • Melhora o desempenho atlético;

  • Aumenta a massa muscular;

  • É benéfica para doenças musculares degenerativas.

Quando tomar a Creatina?

A creatina é encontrada em pequenas quantidades em carnes vermelhas e peixes. A dose diária indicada para o ser humano é de 5 gramas. Lembre-se que a creatina não tem efeito imediato, mesmo quando associada à cafeína. Assim, se você tomar o suplemento hoje, não espere diferenças no mesmo dia. Ela deve ser ingerida diariamente.

Ficou comprovado que ingerir carboidratos junto com a creatina melhora a sua absorção, já que a liberação de insulina ajuda no transporte da Creatina até as células musculares. Há ainda quem indique tomar a creatina no pós-treino junto com a maltodextrina (ou Dextrose) e Whey Protein.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Quais os efeitos colaterais da creatina?

Suplementação não é brincadeira. Antes de iniciar um novo tratamento suplementar, é necessário consultar um médico, e de preferência, também um nutricionista.

Em geral, a creatina não apresenta efeitos colaterais. Quando consumida em excesso, é sempre recomendada a ingestão abundante de água, para não causar desidratação ou cãibras. Pessoas com problemas renais devem antes consultar um médico.

 

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA